sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Abatido, após vaias, Lula discursa e comete um condenável deslize


Desconfortável, em função de um grupo de militantes da ‘Conlutas’ tê-lo vaiado e virado as costas no momento em que discursava durante o 33.º Congresso da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), em Brasília, Lula cometeu um deslize fatal. Ele próprio se condenou.
É provável que entre a maioria dos militantes a tal fala de Lula tenha até passado despercebida, mas o fato é que aos poucos o ex-presidente, nos últimos tempos sempre pressionado, vai se entregando e perdendo seguidores.
No discurso desta quinta-feira (12) Lula, inflamado, vociferou: ‘Quem é o culpado de um jovem de 25 anos estar preso hoje? O que deram de oportunidade para ele quando ele tinha 8 anos? Se não dou educação, trabalho, essa criança vai fazer o quê da vida? A gente percebe que o dinheiro que se economizou na educação no passado está se gastando hoje para se fazer cadeia. E cada vez vai custar mais caro…’
Ora, esse personagem criado por Lula tinha dez anos quando o PT chegou ao poder e 24 quando Dilma sofreu o impeachment.
Portanto viveu o final de sua infância, toda a sua adolescência, e a sua juventude até o momento da prisão, sob o governo do PT.
Qual seria então a resposta para o questionamento de Lula – ‘Quem é o culpado de um jovem de 25 anos estar preso hoje?’
Você, leitor, é capaz de responder?
A conclusão é de que Lula está perdido, sem lenço, sem documento e sem rumo.
E o ‘golpe fatal’ está a caminho. Lula pressente, esperneia e fala bobagens.
Ao final de sua fala, fora de si, Lula garantiu para a platéia apática que voltará a governar o país.
Gonçalo Mendes Neto

redacao@jornaldacidadeonline.com.br
Postar um comentário