quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

O genro bobalhão que se deleita em agredir o juiz Moro


O escritório do advogado Roberto Teixeira é o condutor da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
Encabeçam a banca, o próprio Teixeira, suas duas filhas, Valeska Teixeira Zanin Martins e Larissa Teixeira Quattrini e o genro, marido de Valeska, Cristiano Zanin Martins.
Além do quarteto, o escritório tem em sua composição um grupo de mais de trinta pessoas, entre advogados e estagiários.
Teixeira tem ligações intimas com Lula, são compadres e parceiros inseparáveis.
O escritório obteve um assombroso crescimento após a chegada do PT ao poder e foi um grande beneficiário de pagamentos milionários de honorários oriundos da Odebrecht.
Em suas atuações, na defesa de Lula, Teixeira e Martins, não raro contratam outros profissionais, de outras bancas, sub-empreitam os serviços.
Cristiano Martins, nos meios jurídicos é conhecido jocosamente como ‘o genro do compadre de Lula’. Uma figura inexpressiva, de parcos conhecimentos jurídicos, mas que tem se deliciado em afrontar magistrados.
Com isso, tem angariado enorme antipatia popular e já causa enorme desconfiança nas hostes petistas.
A cúpula partidária tem avaliado que a atuação dos advogados de Lula tem sido inócua, fraca tecnicamente e sem nenhuma eficácia.
Estão corretos.

Gonçalo Mendes Neto


http://www.jornaldacidadeonline.com.br/noticias/4601/o-genro-bobalhao-que-se-deleita-em-agredir-o-juiz-moro#
Postar um comentário