terça-feira, 25 de outubro de 2016

Sócios do Corruptos


Nada como ser advogado. Na prática são sócios dos corruptos, mas sua parte no butim - os honorários - não pode ser bloqueada pela Justiça. 
O pagamento de altos honorários com o produto do roubo não deixa de ser uma forma inteligente de salvar parte do patrimônio ilegalmente acumulado uma vez que a Justiça ou a Receita Federal não exigem a comprovação da origem lícita desses recursos. Ninguém garante que uma parte desses "honorários" não possa retornar aos "clientes"... porque, afinal, os contratos são CONFIDENCIAIS. Essa seria a nova forma de "lavar” dinheiro. No futuro, se o desvio apurado for de 100 milhões os bandidos vão contratar advogados por 80 milhões e só devolver 20 ao tesouro ou às empresas públicas lesadas. O que teria a dizer a OAB sobre essa forma de parceria onde um dos sócios - o advogado - jamais será importunado?

José Freitas – Comentário Diário do Poder
Postar um comentário