sábado, 24 de setembro de 2016

Petista Paulo Pimenta dá piti e diz que Moro tem de “sair da Lava Jato”


No estilo da máfia siciliana, as hostes petistas decidiram abrir fogo retórico de uma vez por todas contra o juiz Sérgio Moro. Entre os que atiram está o deputado petista Paulo Pimenta (RS).
“Temos denunciado que o juiz Sérgio Moro não reúne mais as condições adequadas e necessárias para continuar como juiz desse processo”, declarou. Para Pimenta, Moro confunde seu papel com o de um promotor ou delegado de Polícia, o que tiraria dele a isenção exigida para um magistrado. Porém, Pimenta não comprovou a parcialidade do juiz.
Pimenta também tentou um truque de leitura mental, “adivinhando” as intenções do juiz: “Ele já tem uma posição preconcebida e que age de maneira seletiva procurando criminalizar o presidente Lula, mesmo sem a existência de provas”. Vale observar que a narrativa de que os procuradores “não tinham provas, mas apenas convicções” é uma mentira inventada por petistas e já desmascarada.
Ainda em ritmo de construção de uma narrativa desconectada em relação aos fatos, Pimenta considera que ação reforça que Lula é “um perseguido político da Lava Jato”, cujo objetivo é impedi-lo de ser candidato à presidência da República em 2018.

https://jornalivre.com/2016/09/23/petista-paulo-pimenta-da-piti-e-diz-que-moro-tem-de-sair-da-lava-jato/
Postar um comentário