sexta-feira, 23 de setembro de 2016

O golpe sorrateiro do ministro Marco Aurélio contra o povo brasileiro


O malfeito do ministro foi muito pior do que imaginávamos...
No dia 1º de setembro, Marco Aurélio de Mello, herança de Fernando Collor para o Poder Judiciário brasileiro, suspendeu decisão do Tribunal de Contas da União (TCU) que determinou a indisponibilidade dos bens da Construtora Odebrecht no valor de até 2,1 bilhões de reais.
Na sequência, o benevolente magistrado suspendeu decisão idêntica, do mesmo TCU, relacionada a OAS.
O objetivo dos bloqueios que totalizavam 4,2 bilhões de reais, era a garantia do ressarcimento de prejuízos em duas obras da Odebrecht e OAS na refinaria Abreu e Lima, causados pelo esquema de cartel, corrupção e superfaturamento investigados na Operação Lava Jato.
Eis que agora, chega-nos a informação, através da Associação da Auditoria de Controle Externo do TCU, que a decisão do ministro tomou como base seus próprios votos no julgamento de outros três mandados de segurança.
O detalho sarcástico é que nesses outros três julgamentos, Marco Aurélio foi voto isolado entre todos os ministros, tendo perdido em plenário as três votações.
Favoreceu as empreiteiras em detrimento do povo brasileiro, no avesso do pensamento da Corte, guiado exclusivamente pela sua cabeça.
Um caso gravíssimo.


da Redação
http://www.jornaldacidadeonline.com.br/noticias/3863/o-golpe-sorrateiro-do-ministro-marco-aurelio-contra-o-povo-brasileiro
Postar um comentário