domingo, 14 de agosto de 2016

Auditoria do TCU descobre que até a faixa presidencial foi ‘furtada’ do Planalto


Auditoria realizada pelo Tribunal de Contas da União (TCU), atendendo pedido da força-tarefa da Operação Lava Jato, descobriu que foram roubados quase cinco mil objetos valiosos que integram o acervo da Presidência da República. Ou seja, Patrimônio Público. Foram afanados desde computadores e notebooks até obras de arte de valor inestimável.
A notícia circulou em quase todos os jornais brasileiros na última semana, mas um "pequeno detalhe" era mantido em sigilo. Eis que a Revista Veja desta semana revela o tal "detalhe": a Faixa Presidencial do Brasil está desaparecida!
É isso mesmo, minha gente! 
 A investigação foi aprofundada a partir de março de 2016, após a Operação Lava Jato estourar o gigantesco cofre que a família Da Silva mantinha numa agência do Banco do Brasil, em São Paulo, e encontrar objetos e obras de arte que pertencem ao povo brasileiro e deveriam estar no Palácio do Planalto, no Palácio do Alvorada e na Residência Oficial da Granja do Torto.
Ainda de acordo com a reportagem, os técnicos do TCU constataram que, entre 2003 e 2015, os presidentes Luiz Inácio da Silva — vulgo "Lula" — e Dilma Rousseff desrespeitaram a legislação vigente quanto aos registros oficiais de bens que pertencem ao Patrimônio Público da União. Ambos incorporaram diversos "itens" aos seus patrimônios pessoais!
Confira a denúncia de Veja (veja aqui
Ladrão de bilhão... e de galinha!

http://www.jornaldacidadeonline.com.br/noticias/3527/auditoria-do-tcu-descobre-que-ate-a-faixa-presidencial-foi-furtada-do-planalto
Postar um comentário